Parque Nacional de Tikal, Património Mundial da UNESCO

Na história do México, Tikal foi uma das maiores cidades Maias. Era situada em Péten, Nova Guetemala.

TIKAL NA ERA CLÁSSICA

Outrora foi um dos maiores centros populacionais e culturais da civilização Maia. No séc. IV a.C. começaram a construir tudo o que podemos visualizar nos dias de hoje, no entanto, todas as estruturas que podem ser hoje são provenientes do período clássico que ocorreu na data de 200 d.C. até 850 d.C. Depois de essa data , não foram construídos mais monumentos, e a partir daí foram havendo uma série de depósitos que mostram a ocorrência de incêndios em alguns dos palácios usados pela elite da cidade.

O seu nome “Tikal” significa Lugar de Vozes, na língua Maia. Mas no entanto o nome mais antigo para aquele lugar é Mutal ou Yax Mutal, que tem a designação de  “Pacote” ou “Pacote Verde” ou então talvez metaforicamente “Primeira Profecia”.Pelo que se pensa terá tido cerca de 200000 habitantes.

ORIGEM DO LOCAL E DO SEU NOME

Tikal dominava as terras dos Maias, mas estava constantemente em Guerra. Tinha inúmeras alianças e guerras com vários estados maias, nomeadamente, El Caracol, Naranjo e  Calakmul.

O LOCAL

O Local contém inúmeras construções significativas, sendo que a maior parte foram descobertas em décadas de trabalho por parte de vários arqueólogos. De todas as construções,  os edíficios em melhor estado são 6 grandes pirâmides de plataformas. Todas elas foram numeradas  geograficamente pelos primeiros exploradores, sendo construídas num período mais recente, nomeadamente entre o séc. VII e o ínicio do séc. IX. Por volta de 695 foi construído o Templo I, depois em 810 foi construído o Templo III e em 720 foi construído Templo Pirâmide IV. Este último era o maior  com 72 metros de altura, sendo o maior de todos os Templos.

Esta cidade antiga contém vários monumentos de pedra, e também continha restos de palácios reais e não só. Também havia um edíficio que se pensava poder ser uma prisão porque tinhan barras de madeira nas janelas e em todas as portas.  Tinha uma área circundante de 60 km, embora as investigações não tenham tido o êxito esperado. Uns tempos mais tarde, foi encontrado uma  terraplanagem que tinha 6 metros de largura atrás de uma plataforma.

TIKAL NA ACTUALIDADE

Na actualidade , estas memórias destas ruínas tão grandes nunca se perderam entre os habitantes. Só começaram a aparecer algumas imagens e publicações no íncio do séc. XIX. Até ao ano de 1848, não houve nenhuma expedição que fosse ao lugar, devido ao facto de estarem muito longe das cidades modernas.

Em 1951, criaram uma pista para os aeroplanos descolarem e pousarem , para evitarem andarem dias , no meio da selva tropical. As mais magnifícas descobertas foram feitas durante o ano de 1956 e 1970. Iniciaram em 1979 um projecto arqueólogico que continua activo nos dias que correm. Por essa mesma razão o parque nacional de Tikal é considerado um Património Mundial da Unesco.

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s