Calendário Maya

Ultimamente é um tema muito falado,devido ao facto de o filme  recente, de nome ” 2012 ” tratar-se de uma previsão que o mundo acabará em 2012, sem deixar vestígios como podem ver no trailer em baixo.

O Calendário Maya é um sistema de calendários e alamaneques distintos, muito usados pelos usados pela civilização Maia da Mesoamérica pré Colombiana, como também por algumas comunidades mais modernas dos altos planaltos de Guatemala. Estes calendários podem ser sincronizados e interligados, as suas combinações dão origem a ciclos adicionais mais extensos. Os fundamentos dos calendários maias baseiam-se num sistema que era de uso comum na região, datando pelo menos do séc.VI a.C.

Em muitos aspectos em comum com calendários empregados por outras civilizações mesoamericanas anteriores, como os zapotecas e olmecas, e algumas civilizações suas contemporâneas ou posteriores, como o dos mixtecas e o dos astecas. Apesar de o calendário mesoamericano não ter sido criado pelos maias, as extensões e refinamentos por eles efetuados foram os mais sofisticados. Junto com os dos astecas, os calendários maias são os que estão melhor documentados e compreendidos.

Conceito Maia do tempo

Com o desenvolvimento do calendário da contagem longa e sua notação posicional (que se acredita herdada de outras culturas mesoamericanas), os maias tinham um sistema elegante no qual os eventos podiam ser registrados de forma linear uns relativamente aos outros, e também com respeito ao próprio calendário (“tempo linear”). Em teoria, este sistema pode ser estendido para delinear qualquer extensão de tempo desejado, simplesmente aumentando o número de marcadores de maior ordem usados (gerando assim uma sequência crescente de múltiplos de dias, cada dia na sequência identificado univocamente por seu número da contagem longa).

Na prática, a maioria das inscrições maias da contagem longa limitam-se em registrar somente os primeiros 5 coeficientes neste sistema (uma contagem b’ak’tun), que era mais do que adequado para expressar qualquer data histórica ou atual (20b’ak’tuns são equivalentes a cerca de 7885 anos solares). Mesmo assim, existem inscrições que apontavam ou implicavam sequências maiores, indicando que os maias compreendiam bem uma concepção linear do tempo (passado-presente-futuro).

Contudo, e em comum com outras sociedades mesoamericanas, a repetição dos vários ciclos calendáricos, os ciclos naturais de fenômenos observáveis, e a recorrência e renovação da imagética de morte-renascimento em suas tradições mitológicas eram influências importantes e ominpresentes nas sociedades maias. Esta visão conceitual, em que a “natureza cíclica” do tempo é destacada, era preeminente, e muitos rituais estavam ligados à conclusão e recorrência dos vários ciclos. Como as configurações particulares do calendário eram novamente repetidas, também o eram as influências “sobrenaturais” a que elas estavam associadas. Desta forma, cada configuração particular do calendário tinha um “caráter” específico, que influenciaria o dia que exibia tal configuração. Divinaçõespoderiam então ser feitas a partir dos augúrios associados com uma certa configuração, uma vez que os eventos em datas futuras seriam sujeitos às mesmas influências conforme as datas correspondentes de ciclos prévios. Eventos e cerimônias eram marcados para coincidir com datas auspiciosas, e evitar as inauspiciosas.

O final de ciclos de calendário significativos (“finais de período”), como um ciclo k´atun, geralmente eram marcados pela ereção e dedicação de monumentos específicos (principalmente inscrições em estelas, mas algumas vezes complexos de pirâmides gêmeas como as de Tikal e Yaxha), comemorando o final, acompanhado por cerimônias dedicatórias.

Uma interpretação cíclica também é notada nos mitos de criação maias, em que o mundo atual e os humanos nele foram precedidos por outros mundos (de um a cinco outros, dependendo de onde vem a tradição) que foram feitos de várias formas pelos deuses, mas subsequentemente destruídos.

Calendário Tzolk´in

O tzolk´in (na ortografia maia moderna , também escrito tzolkin) é o nome comumente empregado pelos estudiosos da civilização maia para o Ciclo Sagrado Maia ou calendário de 260 dias. A palavratzolk’in é um neologismo cunhado na língua maia iucateque que significa “contagem de dias”. Os vários nomes deste calendário usados pelos povos maias pré-colombianos ainda são debatidos pelos estudiosos. O calendário asteca equivalente foi chamado tonalpohuali, na língua naúatale.

Anúncios

2 thoughts on “Calendário Maya

  1. O SEGREDO SAGRADO DE DEUS

    No limiar do 7º Dia ou milênio vivenciamos acontecimentos importantes que culminará com a terminação do sistema de coisas de Satanás e o fim da atual sociedade humana da qual Jesus chamou em Mateus 12:39 e 17:17 de “geração inígua, adúltera, deturprada e sem fé”.
    Deverás, neste século XXI, a mulher figurativa está em dores de parto e, a qualquer momento, ela pode dar a luz, só não sabemos o “dia e nem a hora” por que vivemos nos Últimos Dias, estamos no Dia do Senhor, no julgamento dos mortos, estamos no fim.
    Entrementes aos fatos, pão e circo não é o suficiente para confortar essa geração atual que vive em tribulação, mas a vinda do Reino de Deus.
    Por outro lado, a Terra não será destruída, é uma promessa de Deus, por isso é tempo de alcançar o arrependimento da qual Jesus fala e perserverá ainda mais nesse arrependimento e em súplicas.
    Nos bastidores da política mundial, é tempo de aderirmos ao candidato A. Aproxima-se o livramento e uma grande multidão de pessoas boas, sinceras e merecedoras, que nenhum homem podia contar, sobreviverá para viver eternamente no Novo Mundo administrado por Deus e por Cristo. Um Novo Mundo cheio de paz e felicidade onde não haverá mais morte, nem doenças, nem pranto, nem dor. Os mortos serão rescussitados é uma garantia de Cristo.É tempo de fazermos ajustes na vida. Como disse Jesus em Mateus 24:14 “ E estas boas novas do reino serão pregadas em toda a terra habitada, em testemunho a todas as nações, então virá o fim”.
    Não obstante, enquanto o segredo e o serviço sagrado de Deus está em curso e sendo levado a término, devemos saber que 6+6+6 são 18, assim como 18 é divisível por 3 e dá 6, então 3×6 é 18, sendo assim, 18 tem 6 divisores, logo, 6 não pode ser maior do que 7, aqui está a sabedoria, a inteligência está em calcular.
    Portanto, a colheita já deve está madura, por isso venha o teu reino, realiza-se a tua vontade.

    1º) Em que ponto estamos na terminação do sistema de coisas de Satanás?

    Conforme Mateus 25:31-33;13:39,49;19:28; 2 Timóteo 4:1 e Revelação 22:10, saímos da “separação”, com base em Lucas 3:9, e estamos no “tempo designado para os mortos serem julgados”. Portanto, estamos no “julgamento dos mortos”, possivelmente das gerações anteriores a 1914 e até mesmo dessa geração, segundo Revelação 11:18.
    Por outro lado, a Bíblia fala muito em “princípio das dores de aflição”, comparando a terminação do sistema de coisas a uma mulher grávida, conforme disse Jesus em Mateus 24:3-14, compare com 1 Tessalonicenses 5:3, que dá a entender que quando não existir mais nenhuma guerra ou conflito armado no mundo, então os governantes humanos declararão que “Há paz e segurança”.
    Não obstante, em comparação a terminação do sistema de coisas, a medicina identifica que uma mulher grávida normalmente tem filho aos 9 meses de gestação, consideremos isso como 90 anos (1914 a 2004), e mais os 10 dias estipulados, (compare com 10 anos), antes ou depois dos 9 meses, para dar a luz. Temos por base o ano de 1914 por que foi o ano da 1ª Guerra Mundial.
    Essa comparação da “mulher grávida” é feita com base nos “10 dias” simbólicos de Revelação 2:10, que podem significar 100 anos desta geração “iníqua, adúltera, deturpada e sem fé”, como disse Jesus em Mateus 12:39 e 17:17. É só observar nos noticiários o que o ano de 2004 representou no cenário mundial, como por exemplo, o Tsunami na Ásia que matou mais de 300 mil pessoas atingindo 14 países, a maior catástrofe da história mundial em devastação. Revelação 16:17,18 fala de um grande terremoto. O maior terremoto já registrado tinha ocorrido em 1974 no Chile onde matou mais de 270 mil pessoas. As evidências bíblicas apontam para um terremoto em sentido literal, como disse Jesus em Mateus 24: 7 “terremotos num lugar após outro”. Lembra bem a região do pacífico conhecida como “Círculo de Fogo”, o lugar de maior concentração de terremotos em atividades no mundo. Tudo indica que a profecia desse “Grande Terremoto” já tenha sido cumprida, mas em sentido literal, como ocorreu em dezembro de 2004 na Ásia. Neste século XXI, estamos vivendo essas “dores de aflição”, o “princípio das dores” já passou no século XX.
    Portanto, estamos na época em que a mulher figurativa está em “dores de parto”, e significa dizer que “a qualquer momento” ela pode dar a luz, isto é, vim a terminação do sistema de coisas de Satanás.
    2º) Como será a terminação do sistema de coisas?

    Outro fator importante com relação aos 10 dias simbólicos de “tribulação” registrado em Revelação 2:10, que podem significar 100 anos, identificados em 2 Timóteo 3:1 como os “Últimos Dias” está relacionado com a Copa do Mundo, que acontece regularmente de 4 em 4 anos, e que será realizada em junho de 2014 no Brasil. É um evento mundial que reúne várias nações no mundo. Diversos países se reúnem para a Copa do Mundo, o que lembra bem a política do pão e circo de César no Império Romano, mas só que de um modo democrático, fraternal. O mundo todo foca a sua atenção para esse evento mundial. Segundo informações, a FIFA tem mais nações associadas do que a própria ONU, isso é um fato que deve ser observado. Também em março de 2014, cientistas prevêem a colisão de um asteróide com a Terra. É só digitar na internet: “O mundo em 2014”. Mas, felizmente, Eclesiastes 1:4 e Salmos 104:5 garantem que a Terra nunca será destruída.
    Portanto, 2+0+1+4=7 (mil anos), é a época perfeita em que as nações estarão aparentemente em paz consigo mesmas até para comemorarem junto com o mundo 1 século de existência dessa geração desde 1914, os 100 anos da 1ª Guerra Mundial. Deveras, Deus definitivamente repousará de toda a sua obra, conforme Gênesis 2:1-3 e Lucas 1:7 em que “há de consertar tudo”. É o que ele vem fazendo todo esse tempo.
    Portanto, 2014 pode ser um ano decisivo para a humanidade, não por esse evento esportivo, mas envolve outros fatores com base em evidências bíblicas e acontecimentos mundiais.

    3º) Quando será a terminação do sistema de coisas?

    A respeito da data exata da terminação do sistema de coisas de Satanás, quando esteve na terra Jesus disse aos apóstolos em Mateus 24:36 que “não sabia nem o dia nem a hora”. Consideremos que Revelação 9:15 especifica literalmente “… hora, dia, mês, ano…”. Não obstante, se ano e mês são diferentes de dia e hora, então realmente não saberíamos “o dia e a hora”, mas podemos identificar “o mês e o ano” da terminação deste sistema de coisas com base no cálculo do nº 666, conforme explicações citadas neste artigo com evidências bíblicas e acontecimentos mundiais. Compare isso com Mateus 24:42 onde Jesus falava de sua vinda, que se deu em 28 de junho de 1914, quando o mundo entrou em guerra, conforme Revelação 1:10 que diz que já estamos no “Dia do Senhor”. Ver Mateus 28:20 onde Jesus diz que estará com os cristãos “até a terminação do sistema de coisas”.

    4º) O que significa o cálculo do nº 666?
    “Aqui é que está a sabedoria: Quem tiver inteligência calcule o número da fera”. Felizmente, Deus deu o dom da capacidade para todos nós, e devemos explorar essa capacidade e descobrir esses dons, é cada um com seus dons, mas só que o dom dessa sabedoria descrita em Revelação 13:18 é pra “quem tiver” no sentido de “quem tem”, e a inteligência está em calcular. Assim como diz em Revelação 13:17 que especifica que não podem comprar nem vender “quem tiver” a marca da fera ou o número do seu nome.

    a) Calculando o nº 666:
    Em Revelação 13:18 diz que a fera (governo humano) tem número, e não marca ou nome, como em Revelação 13:17. Com base no Raciocínio Lógico Quantitativo esse cálculo da idéia de adição: quantidade.
    Ao calcularmos o número representativo da fera (governo humano) temos: Política+Religião+Comércio=Riqueza, que Satanás, o Diabo, ofereceu a Jesus quando foi tentado por 3 vezes no ermo, conforme Lucas 4:5-13.

    b) 666 é divisível por 3?
    Na Matemática, em regra, um número é divisível por 3 quando a “soma” dos valores é “divisível” por 3, no entanto, fazendo o cálculo direto da soma 6+6+6=18:3=6, pois 3×6=18, neste caso, o cálculo é exato.
    Num livro de Matemática questiona: Quantos divisores têm o número 18? Então, 18= (1,2,3,6, 9 e 18), são 6 divisores.
    Portanto, ao calcularmos o número 666 pelos 3 fatores da soma, multiplicação e divisão, o que podemos identificar como “número de homem”, ele dará sempre 6 como cálculo exato, e 6, pelo princípio bíblico, significa “imperfeição”, e não pode passar de 7, que é a “perfeição’ de Deus.
    c) O que realmente tem de tão importante por trás do cálculo do nº 666?
    Com base em evidências bíblicas, o que tem de tão importante é saber que Deus realmente cumprirá seus propósitos no 7º dia (7 mil anos), assim como começou e, deverás, passará a repousar de toda a sua obra ou propósito, conforme Gênesis 2:1-3, onde diz que “Deus passou a abençoar o sétimo dia” . Realmente, o número 7 é “sagrado” para Deus. Em 2 Pedro 3:8 o apóstolo diz que “mil anos para Deus é como um dia”.
    d) Qual é o significado do número 666?
    Por outro lado, entendemos que “o número da fera é número de homem”, conforme a Tradução do Novo Mundo das Escrituras Sagradas, na versão João Ferreira de Almeida especifica “número de um homem”. Consideremos a primeira versão. Na Matemática costuma-se usar números por letras do alfabeto com consoantes ou vogais. Então, se considerarmos a seqüência do alfabeto composto somente por consoantes temos o “H” como “6” a contar da letra B, C, D, F, G e H. No entanto, destacamos assim os três (666) homens mais influentes da história e do mundo com as iniciais no nome ou sobrenome com a letra “H”: Herodes Antipas, Adolf Hitler e Barak Hussein Obama, o atual presidente da nação mais poderosa do planeta.
    Resumindo: Jesus foi executado no reinado de Herodes, Hitler, segundo fontes históricas, foi diretamente o culpado pela morte de cerca de 6 milhões de judeus, e Barak Hussein Obama é atualmente o homem mais influente no mundo. E tudo indica que a sua reeleição pode ser profética, a não ser que Hilary Clinton concorra novamente a presidência dos EUA. (Mais informações ver o artigo Uma breve análise sobre a Bíblia).
    Não obstante, as evidências apontam para essas duas pessoas: Barak Obama, como é comumente chamado e conhecido e Hilary Clinton, atual Secretária de Estado dos EUA no governo Obama.
    Portanto, o “número da fera é número de homem” significando “governo e político” e sintetiza “riqueza”: nação mais rica e homem (ou mulher) mais influente, o último dos governos humanos.

    5º) Por que pessoas políticas?
    O Império Anglo-Americano formado por Inglaterra e Estado Unidos, identificado na Bíblia como a 7ª potência mundial representava a fera de dois chifres. Como cita Revelação 17:11 onde explica que “e a fera que era, mas não é, é ela mesma também um 8º rei, que procede dos 7, e vai para a destruição”. Nesse sentido, tem-se a identificar os EUA como “um 8º rei, que procede dos 7”.
    Entrementes aos fatos, a ONU, que é apenas a imagem dum rei (fera), representa o sistema político mundial na atualidade, mas quem dita as regras são os Estados Unidos da América (EUA), que é o “8º rei”, conforme Revelação 17:11.
    Quando se fala em mexer na riqueza das nações, que sustenta o sistema político mundial, é bem lembrado aquele ato histórico do presidente dos EUA George W. Bush que rasgou o Protocolo de Kyoto em 2005, e ainda mais passou sob ordens da ONU declarando guerra ao Iraque em 2007. Portanto, quem manda no mundo é os EUA.

    6º) O que é o sistema de coisas?
    A princípio, é basicamente formado pela Política, Religião e Comércio representado pela Riqueza das Nações, sendo que, o maior destes, é a Política.

    7º) Quem é o deus desse sistema de coisas?
    Satanás, o Diabo. A Bíblia em 2 Coríntios 4:4 chama a Satanás de “o deus deste sistema de coisas”.

    8º) Qual é a vantagem e a importância de se saber a data aproximada da terminação deste sistema de coisas?

    O verdadeiro cristão se alegra com a vinda do Reino de Deus e a terminação do sistema de coisas de Satanás, e nada teme. Como disse Jesus em sua oração modelo “Venha o teu reino, realiza-se a tua vontade”, conforme citou em Mateus 6:9. De acordo com Lucas 11:2-4, Jesus ensinou aos cristãos pedir a vinda do reino.
    Sabemos que não existe aquela história de conversão mundial da fé cristã de última hora, mas saber que um candidato A seria eleito a uma certa eleição em uma determinada época assumindo o próximo governo, então, não teríamos o interesse de apoiá-lo e intensificar ainda mais a sua campanha eleitoral? Essa é a vantagem. No entanto, existe a probabilidade de mais pessoas interessadas estarem aderindo ao candidato A.
    Não obstante, outra vantagem de se saber a data aproximada da terminação do sistema de coisas de Satanás significa o enfraquecimento e a conseqüente derrota para o Diabo e seus demônios sabendo que ele tem “um curto período de tempo”, como diz Paulo em 1 Coríntios 7:29 “o tempo que resta é reduzido”. Só que não existe mais essa redução de tempo, pois felizmente já estamos no tempo do “fim”.
    Também significa mais um incentivo aos verdadeiros cristãos para “perseverarem em oração” e se manterem firmes na fé e na obra de pregação mundial. A ordem de Jesus é: “mantende-vos vigilantes”. Realmente, aproxima-se o livramento. O governo de mais de 6 mil anos de Satanás está chegando ao fim.
    Outra vantagem é a de que , se as pessoas boas, sinceras ou “merecedoras”realmente soubessem a data aproximada do fim manter-se-iam mais vigilantes e despertas e provavelmente tomariam providências para fazerem “ajustes” na vida. E o mais importante de tudo é que o cristão é mais inteligente do que o próprio Diabo pra se livrar de suas artimanhas e ciladas. Em Gálatas 4:10 Paulo orienta aos cristãos a guardar, no sentido de observar, “dias, e meses, e tempos e anos”.
    9º) Qual é a situação da Babilônia, a Grande, e como ela será destruída?

    Conforme Revelação 17:6,16,17; 18:2,3,17,20,23 e 24, ela está “embriagada” com o sangue dos santos, dos apóstolos, dos profetas,e com o sangue das Testemunhas de Jesus e de “todos os que foram mortos na terra” pelas suas “práticas espíritas”. Essas práticas espíritas têm como fator principal: a mentira, que foi a causa de toda imperfeição humana. E nesse estado de embriaguez em que ela se encontra, o destino dela é querer beber mais esse sangue, “até cair”. Quando os 10 reis [nações mais ricas e permanentes no Conselho de Segurança da ONU] perceberem que ela está embriagada, bêbada, sem saber o que fazer, e que ela cometeu fornicação (relações impróprias, acordos ou concordatas) com os [outros] reis da terra, será a hora em que os 10 reis se dão conta de que as guerras ou conflitos estão atrapalhando o comércio das Nações, e que a causadora dessas guerras é a infame meretriz, então darão o desquite nela e a “farão devastada e nua”. Pois “Deus pôs em seus corações executar o julgamento nela”. Depois disso, declararão que “Há paz e segurança”.
    Visualizem as seguintes notícias na imprensa mundial: “As causas das guerras está relacionada com a religião, que atrapalha o comércio das nações”. “Religião impede o progresso das nações”. “Há paz e segurança no mundo”. “A humanidade hoje acorda sem nenhuma guerra ou conflito armado no mundo”. “Há paz e segurança na terra”.
    Entrementes aos fatos, Revelação 18:24 explica que a Religião falsa é responsável por todo o derramamento de sangue na terra. É só observarem nos livros de história o que está por trás do real motivo da Grande Depressão que causou um colapso na economia mundial: as guerras. No entanto, foi depois da Grande Depressão econômica ocorrida em outubro de 1929, que se deu uma “trégua” nas guerras, foi onde as nações começaram a se desenvolverem economicamente, principalmente os EUA que surgiu como potência mundial dominante.
    Portanto, fica evidente que Babilônia ainda não caiu.
    10º) Qual é a duração dessa paz e segurança?
    Conforme 1 Tessalonicenses 5:3, a duração dessa paz e segurança é instantânea, assim como a destruição.
    No entanto, o fim dos tempos será marcado pela ruptura política e religiosa registrada em Revelação 14:8, seguida de um colapso generalizado na economia mundial, conforme Revelação 18:3,7-13,15-19.
    11º) Em que sentido o segredo sagrado de Deus está em curso?
    Revelação 10:7 e 11:15 indica que o Segredo Sagrado de Deus pode está relacionado a salvação que significa “ajuste’.
    As Boas Novas de Revelação 10:7 são as Boas Novas do Reino, conforme disse Jesus em Mateus 24:14, que serão pregadas em toda a terra habitada.
    Esse cumprimento do segredo sagrado de Deus, quando for “levado a término”, dependerá das Boas Novas, que está relacionado a obra de pregação mundial, que tem como principal divulgador o “escravo fiel e discreto”.
    Essa obra de pregação mundial das Boas Novas já deve está se completando. Não obstante, a profecia de Revelação especifica “segredo sagrado” de modo singular, e não a “segredos sagrados”, no plural. O que é entendido no plural são as Boas Novas.
    Esse segredo sagrado de Deus pode indicar o cumprimento de toda a profecia bíblica, quando for “levado a término”: a obra de pregação mundial. É tudo uma questão de se observar “as coisas escritas nela (profecia)”, conforme Revelação 1:3; 22:7. Hebreus 11:1 diz que a observação é o princípio da fé.
    Esse segredo sagrado de Deus é revelado aos poucos, conforme as Boas Novas e pode está intimamente ligado ao cálculo do número 666.
    12º) Como será levado a término o segredo sagrado de Deus?
    Revelação 11:15 explica quando o reino do mundo tornar-se “o reino do nosso Senhor e do seu Cristo, e ele reinará para todo o sempre”. Isso significa dizer que Cristo também é um meio de salvação como explica esse último livro da Bíblia. Conforme Lucas 1:32,33, Jesus reinará eternamente e o seu reino não terá fim. Portanto, o reino do mundo será administrado pelo Senhor Jah’ovah e o seu filho Jesus Cristo. Segundo Mateus 28:18, Jesus recebeu “toda a autoridade na terra”, mas há de sujeitar essa autoridade. Depois começará a governar junto com o pai por tempo indefinido, por que mesmo sendo subordinado aos propósitos de Jah também é governante no Reino de Deus.
    13º) Quando começará a reinar para todo o sempre?
    Quando a colheita realmente estiver madura, conforme Revelação 14:15,16,18 e Mateus 13:39, então terá sido levado a término o segredo sagrado de Deus, segundo as Boas Novas que ele declarou aos seus escravos, os profetas (escravo fiel e discreto).
    A respeito da obra de pregação mundial, Jesus disse aos discípulos em Mateus 13:39 que “a colheita é a terminação dum sistema de coisas”.
    Nas pegadas desse segredo sagrado de Deus temos: Reino de Deus (celeste e terrestre) = Boas Novas = Escravo fiel e Discreto = (restante da classe ungida de 144 mil selados) = Obra de pregação mundial (divulgação) = Colheita = Terminação do sistema de coisas = Ajuste= Salvação.
    Portanto, o segredo sagrado de Deus está relacionado ao Escravo fiel e Discreto, segundo as Boas Novas do Reino (obra de pregação mundial) e representa colheita, o que indica salvação. A salvação significa ajuste. (Ver o artigo Uma breve análise sobre a Bíblia).
    14º) Quando a colheita realmente se torna madura?
    Com base nessas informações, quando se alcançar a totalidade ou inteireza dessa perfeição. Raciocinemos o Universo com 7 bilhões de anos, a Terra com 7 milhões e a História da humanidade com quase 7 mil anos de existência, 7 tempos, 7 dias, 7 congregações, 7 anjos…
    De acordo com Revelação 1:20, as evidências indicam que quando se alcançar ao número de 7 (milhões) de anjos “declaradores das Boas Novas”, 70 ou 700 milhões dos da “grande multidão”, representando os 0,1%, 1% ou 10% da população mundial de 7 bilhões de pessoas, aí então será a época em que a colheita realmente estará perfeita para ser ceifada, conforme Revelação 14:15,16,18 e Mateus 13:39. Como disse João em Revelação 7:9 “uma grande multidão que nenhum homem podia contar”. Jesus disse em Mateus 24:13 que “quem perseverar até o fim será salvo”. Perseverar no conhecimento, que conduz a vida eterna, na obra de pregação mundial, alcançar o arrependimento, se revestir da nova personalidade, dentre outros, enfim, fazer ajustes na vida. Como disse Jesus em João 17:3 “Isto significa vida eterna, que absorvam conhecimento de ti, o único Deus verdadeiro, e daquele que enviaste Jesus Cristo”. Certamente o conhecimento sobre Deus e o filho dele Jesus “significa vida eterna”. Como Jesus abençoou as crianças, tanto em sentido literal, como espiritual, é delas o reino dos céus.
    Por outro lado, sabemos que o número 7 significa “perfeição” da parte de Deus, e o número 10 indica a “totalidade” ou “inteireza” dessa perfeição. Segundo informações, em 2005, oficialmente existiam 6 milhões e 309 mil pessoas que se consideram “Testemunhas de Jeová” em todo o mundo. As estatísticas mostram que a cada ano mais de 300 mil pessoas são batizadas. As projeções é que em 2010 já tenha ultrapassado os mais de 7 milhões de anjos (mensageiros) das Boas Novas. Então, tudo indica que não pode ser os 7 milhões ou 0,1% da população mundial de 7 bilhões de seres humanos. (ver o artigo A mentira bem elabora e sucedida).
    Em julho de 2010, a população mundial é de 6 bilhões e 700 milhões de pessoas, com uma projeção anual de crescimento em 70 milhões de pessoas. De acordo com essa projeção anual, em 2014, a população mundial é de 6 bilhões e 980 milhões de pessoas, ou precisamente 7 bilhões de seres humanos.Já se questionaram por que os governos humanos tentam frear o crescimento da população mundial com o controle da natalidade alegando a falta de alimentos no mundo. Esse procedimento está em contradição ao princípio de Deus sobre “encher a terra e tornai-vos muitos”. E por que ao mesmo tempo incentivam a doação de sangue? Seria uma campanha disfarçada? É uma afronta contra Deus.
    15º) A Grande Tribulação coincide com os Últimos Dias?
    A Grande Tribulação se deu com a 1ª Guerra Mundial de 1914, que foi encabeçada por 6 países formado pela Tríplece Aliança e Tríplice Entente, teve como principal beneficiador os Estados Unidos, que surgiu como potência mundial dominante. Outra “tribulação” se deu com a 2ª Guerra Mundial em 1945, só que está, além de ser a mais devastadora, não foi tão expressiva como a 1ª Guerra Mundial que, segundo historiadores, marcou o fim e o começo de uma geração. Ainda hoje sentimos o efeito dela.
    Com base me Revelação 7:14 que diz que “estes são os que saem da grande tribulação”, se referem aos milhões de hoje identificados como os da “grande multidão” e “prestam serviço sagrado dia e noite”, conforme Revelação 7:9,15-17. Como vimos em Revelação 7:14, a Grande Tribulação da qual Jesus falou já aconteceu com a 1ª Guerra Mundial.
    Portanto, o que aguardamos é somente o Harmagedom, conforme evidências bíblicas.
    16º) O que a ciência realmente busca?
    Os intelectuais sabem e muitos tenham o receio de manifestar que a ciência nunca esteve interessada na “existência de Deus”, mas na “origem de Deus”.
    Não estaria a origem de Deus relacionada com o surgimento do Universo e a criação da vida na Terra? Eis a questão. De onde viemos e para onde vamos todos nós já sabemos, o que realmente não sabemos é do “dia e hora” da terminação do sistema de coisas. Mas, uma coisa é certa, o julgamento de Deus é inevitável.
    (Antonio Feitosa, São Paulo, julho de 2010).
    antonio.feitosa33@hotmail.com

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s