Illuminati

É o nome dado a diversos grupos, alguns históricos outros modernos, reais ou fictícios. Mais comummente, contudo, o termo “Illuminati” tem sido empregado especificamente para referir-se aos Illuminati da Baviera, uma sociedade secreta da era do  Iluminismo fundada em 1 de Maio de 1776.

Nos tempos modernos, também é usado para se referir a uma suposta organização conspiracional que controlaria os assuntos mundiais secretamente, normalmente como versão moderna ou como continuação dos Illuminati bávaros. O nome Illuminati é algumas vezes empregado como sinonimo de Nova Ordem Mundial, muitos teóricos da conspiração acreditam que os Illuminati são os cérebros por trás dos acontecimentos que levarão ao estabelecimento de uma tal Nova Ordem Mundial, com os objectivos primários de unir o mundo em uma única regência que se baseia em um modelo político onde todos são iguais.

Origem do Termo

Dado que “Illuminati” significa literalmente “os iluminados” em latim, é natural que diversos grupos históricos, não relacionados entre si, se tenham autodenominados de Illuminati. Frequentemente, faziam isso alegando possuir textos gnósticos ou outras informações arcanas (secretas) não disponíveis ao grande público.

A designação “Illuminati” esteve em uso também desde o  Séc. XIVpelos Irmãos de Livre Espírito, e no Século XV, o título foi assumido por outros entusiastas que argumentavam que a luz da iluminação provinha, não de uma fonte autorizada, mas secreta, de dentro, como resultado de um estado alterado de consciência, ou “Iluminismo”, ou seja, Esclarecimento Espiritual e Psíquico.

Desta forma, durante os Períodos Modernos e Contemporâneos, foi designado por “Illuminati” um grande conjunto de grupos (alguns dos quais têm reivindicado o título), mais ou menos marginal e secreto, e muitas vezes em conflito com autoridades religiosas ou políticas; são eles: os Irmãos de Livre Espírito, os  Rosacruzes, os Alumbrados, os Iluminés, os  Martinistas, o Palladium … e, principalmente os Illuminati da Baviera. Embora as doutrinas desses grupos tenham sido variadas e por vezes contraditórias, a confusão entre eles tem sido muitas vezes mantida por seus adversários, e esta confusão levou às Teorias da Conspiração de uma  Sociedade Secreta que foram actuando através da  História.

Anúncios

A Ordem dos Cavaleiros Templários – Os Cavaleiros de Deus


Nos dias de hoje, toda a gente conheçe os Cavaleiros Templários, uma das sociedades secretas mais conhecidas do mundo. Eles passaram por inúmeros países  e em todos eles foram deixando a sua marca ao longo da história. Vamos então embarcar em mais uma viagem pelo mundo da história e ver como eles apareceram e o que deixaram de vestigíos no nosso mundo.

 

COMO APARECERAM?

A Ordem dos Cavaleiros Templários foi criada em 1118, em Jerusalém, inicialmente por cavaleiros franceses e com o passar do tempo, é que se tornou pela forma pela qual é conhecida nos dias que correm, uma instituição de enorme poder político e militar. Inicialmente as suas principais funções eram apenas andar pelos territórios cristãos que foram conquistados. durante o tempo seguinte eram benefeciados com doações de Terra na Europa, isto com o objectivo de criar ligações em todos os países do mundo.

Jerusalém foi tomada pela primeira cruzada, foi criado um reino , onde 9 cavaleiros pediram para ficar lá  para assim poder proteger os peregrinos que iam para lá. Eles cederam e deixaram-nos ficar lá a viver nos estábulos onde era o antigo Templo de Salomão. Tiveram que fazer um voto de castidade, onde desde então o seu símbolo passou a ser um cavalo montado por dois cavaleiros. O Nome da ordem, Os Pobres Cavaleiros de Cristo e do Templo de Salomão ou então Cavaleiros Templários, surgiu devido ao seu voto de pobreza e fé em Cristo. 

Reza a lenda que os primeiros 9 anos de existência dos cavaleiros Templários, eles tinham o objectivo de fazer escavações na sua principal sede. E foi durante estas tão faladas escavações que descobriram documentos e alguns tesouros que fizeram com que eles ficassem muitos ricos e poderosos. De todo o seu reino, o local mais sagrado e purificado era o Templo de Salomão. Para evitarem que alguém lhes roubasse a sua riqueza, eles enterraram o seu tesouro. Uma das coisas mais faladas era o Santo Graal. Em relação a isto, há inúmeras teorias. Uma delas é a que o Santo Graal estaria escondido numa igreja católica em Avalon, actual Glastonbury. Mas a teoria mais certa é que quem tinha ficado com a tutela do Santo Graal foram os Cavaleiros Templários.

Eles ao longo da história empenharam-se para defender sempre os cristianismo, e como tinham uma conduta muito correcta, os lugares que guardavam eram sempre muito seguros e todos os lugares protegidos pelos Cavaleiros Templários eram considerados um oásis, uma maravilha do mundo, o lugar perfeito. Com o passar do tempo e com a confiança que foram transmitindo ás pessoas, grande parte dos seus estabelecimentos tornaram-se Bancos, onde as pessoas mais poderosas recorriam a eles. A partir de essa altura,  criou-se a lenda de que uma gigantesca fortuna dos Cavaleiros Templários. Eles eram conhecidos como sendo cavaleiros muito valentes, corajosos, sempre prontos a defender os seus ideais e todos os seus bens. O Rei Filipe de França, decidiu apoderar-se dos seus bens devido a ter falta de dinheiro no seu reino. Ao longo dos tempos, foram acusados de heresia perante a inquisição, e devido a isso, retiram-se para vários sítios, nomeadamente, Escócia, Inglaterra e Portugal, juntando-se assim a Maçonaria. 

Hoje em dia, estão espalhados por todo o mundo, com o objectivo de viver em prol do bem estar e do moral, , ajudando orfanatos, crianças desaparadas, etc. Não fazem distinção de raça, seja qual for a sua nacionalidade.Respeitam sempre a lei e as tradições de cada país onde exercem todas as suas actividades.